sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

SOBRE MEUS VÍCIOS PERMITIDOS E PROIBIDOS

Ainda outro dia fui surpreendido por uma garotinha enquanto dava umas baforadas. Olhou com desprezo para o meu cigarro e de chofre perguntou-me: “o senhor sabia que isto mata?”. Nem sei se consigo descrever a sensação de angústia e pavor que aquele demônio dos infernos transmutado em Serafim me infringia. Os olhinhos cândidos fixavam-se aos meus tal qual o caramujo nas pedras, que sequer a mais forte vaga consegue retirar. Inexpugnáveis.
Ora, não vou fazer papel aqui de nenhum defensor empedernido, erguendo a bandeira da nicotina; sequer da cafeína ou do álcool e afins. Tampouco dos refrigerantes, chocolates e dos fast-food, apenas acho curioso que depois de décadas de investimento da indústria cinematográfica Hoolywoodiana com as propagandas de cigarro, atualmente se critique tanto o meu vício que praticamente passou-se a esquecer os próprios.
Interessante é que as maiores causas de morte no Brasil são: Em primeiro lugar, as doenças cardiovasculares; em segundo o Câncer, e só por último as doenças respiratórias como o enfisema pulmonar, e nem por isso se diz a um gordo “você sabia que pode morrer a qualquer momento”. Ok, ok, o cigarro também influencia nas duas primeiras causas, mas como disse, não estou aqui para defender um vício, mas para chamar atenção dos outros, na maioria das vezes ocultos.
Será, leitor, que você já viu em algum rótulo de uma coca-cola a seguinte frase: “O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE : O USO DESTA SUBSTÂNCIA PODE TRAZER VÁRIOS RISCOS À SAÚDE”, ou em letras, mesmo que minúsculas, em um outdoor na Mc”Donalds “ COMA COM MODERAÇÃO”, ou já lhe pediram a identidade para comprar um belo e suculento pedaço de picanha maturada no super-mercado?. Não, mil vezes não, mas o tabaco, ahhhhh, esse não escapa às críticas nem de um mimoso infante.
Vá lá, talvez pela existência do fumante-passivo Se bem que ache mais deletério à saúde o bêbado-passivo, ou seja, aquele que acaba tendo que escutar aquelas velhas ladainhas de todo porre.
Vamos ver o lado bom das coisas, gente! Meu vício ao menos tem seu aspecto social, afinal, associado as ”boas”,”pega-leves”, “redondas” é responsável pela grande maioria da receita de ICMS dos Estados. Vamos falar mal dos açúcares, carboidratos, por que não do sal ? Alguém saberia me dizer qual é a função social do sal?

Mas, voltemos ao caso do anjinho anti-tabagista..........................encarei-lhe e perguntei “você come biscoito meu anjinho?”, respondeu-me “como, tio”, disse-lhe “você sabia que o biscoito tem gordura trans, e que essa porra mata?”.

12 comentários:

  1. Por isso aqui em casa só entra biscoito 0 gorduras trans...rsrs

    ResponderExcluir
  2. Leia-se 0 (ZERO)...pois ficou parecendo mais um O...rs

    ResponderExcluir
  3. Já mudou a imagem de novo né nojento?

    ResponderExcluir
  4. Tudo está em constante mudança, Madame, com o blog não poderia ser diferente.

    ResponderExcluir
  5. Baltazar Gracián já dizia: "A verdade dura é a quintessência da amargura."
    Acho que o demoninho/anjinho disse-te a verdade, mas do jeito errado, né...

    ResponderExcluir
  6. reza a lenda que Santo Agostinho teria perguntado a uma criança na praia:"por que pegas baldes de agua é trazes para margem ?". Respondeu o guri: "para trazer o oceano para terra". "Menino,não ves que isso é impossivel?",respondeu o santo. "então por que tentas entender a santíssima trinidade" disse o pequerrucho.

    ResponderExcluir
  7. Bora, bora, quero coisa nova aqui...rsrs

    ResponderExcluir
  8. Parei de fumar, mas confesso que no social, numa noite chuvosa... Sinto falta, mas não entro mais nessa. Não entro mais por covardia de saber que não conseguiria mais sair e como uma asmática poderia viver ou seguir vivendo como fumante?
    huahuahauhauha

    ResponderExcluir
  9. É Edu, sinceramente eu não sei qual é a função social do sal, mas posso considerá-lo o meu vício mais maléfico!

    besitos!

    ResponderExcluir
  10. Viva o café! E toda as demais drogas lícitas! :)
    buracodacatita.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Spaghetti alla Puttanesca
    Penne ao molho branco de camarão

    Cozinha e utiliza os ingredientes, destes dois pratos, sem sal e me diz o resultado.

    ResponderExcluir

Quer comentar? A discussão está aberta à liberdade total e irrestrita.